Romance com a Morte


''Numa noite de lua cheia
Estava eu a passear por um lugar sombrio
Caminhava lentamente por um lugar vazio
Não tinha nenhuma alma sequer.
Eu caminhava olhando a lua
Ela não estava normal
Era vermelha, e no céu não habitava nenhuma sequer estrela
Estava estranho demais
Não era uma noite normal..
O vento estava forte demais
Não havia nenhuma rua com luz
Mas mesmo assim eu enxergava..
De repente o vento para
Mas o frio começa
Sinto alguém vindo em minha direção
E chega cada vez mais perto
É uma mulher
Ela está vestida de branco e tem os olhos fundos só que brilham
Brilham intensamente..
Eu me aproximei
Ela tinha o rosto pálido mas mesmo assim sorria
Olhou para mim e tocou meu rosto
Sua pele era fria
Mas me fazia sorrir
Ela me pegou pela mão e me levou..
Eu não tinha destino
Então ela fez o meu...
Me fez andar por quase toda a cidade
O nosso limite era o inferno
Ela sempre me olhava e sorria
Que sorriso lindo ela tinha...
Então, em um pequeno momento ela para
Se aproxima de mim
Uma de suas mãos nas costas
E a outra em meu coração
Ela fecha os olhos e se aproxima de meu rosto
Seus lábios se aproximam dos meus
Então, ela me dá um beijo..
Um beijo frio, mas que me deixa quente
D repente, sinto algo penetrar meu coração
Dói profundamente, mas me deixa intensamente feliz
Quando olho, há uma faca enfiada em meu peito
A dor é insuportável..
Olho então para a minha pessoa amada
Ela sorri para mim
Mas não me ajuda
Eu começo a vê-la de um jeito diferente
Seus olhos são fundos e negros
Sua roupa é escura
Seu rosto tem um olhar maligno
Anuncia obscuridade e muita maldade..
Quando caio no chão, ela vem lentamente em minha direção e tira a faca de meu peito
Mas sempre com um sorriso em seu rosto
Mas um sorriso maligno que faz qualquer um ter medo até da própria sombra.
A faca se transforma em uma foice
E na sua outra mão, percebo que ela tem um coração que ainda bate
Olha para  meu peito e só vejo um buraco
Um grande buraco negro e nada mais
Minha face cai totalmente..
Ela, a minha querida pessoa amada
Vem mais uma vez em minha direção
Chega até meu ouvido e diz:
-Obrigada por se apaixonar por mim, mortal!
Sua voz tinha um tom tão sarcástico e maligno
Percebo então que havia morrido
Mas também nada fazia mais sentido
A última pessoa que eu realmente amei
Levou meu coração consigo
Pois assim havia acabado de me matar...''

Nenhum comentário

Postar um comentário