Amor verdadeiro... ²



  Sabe no que esse ‘teatro’ toda adiantou? Me fazer sofrer ainda mais. Você só falou e falou. Me disse praticamente tudo que o que eu queria escutar. Me abraçou... Me deu carinho o suficiente pra eu poder me sentir melhor... Me fez sorrir de novo.
  No outro dia olhei para você, e aquele ‘teatro’ todo pareceu ter sido mais um sonho que me fez feliz pro apenas uma noite e nada mais.
  E assim foi os outros dias. Voltaram a ser como era antes da nossa conversa. Um ‘oi’ ali ... um ‘tchau’ lá ... E nada mais. Então me diz, vai. No que adiantou ter me feito sorrir apenas naquele pequeno momento curto demais para eu dizer que te amo?
  Em falar em amor. Não consigo mais pronunciar essas palavras perto de você. Não consigo mais mostrar nenhum ato sequer de carinho, porque você é desprezível. Você mesmo naquele sábado lá, me desprezou junto com os outros. Eu percebi que você, principalmente, não me queria ali. Resolveu então me deixar com raiva, não é?
  Você realmente não quer voltar a nada normalmente, certo? Assim será. Ficarei normal tanto com você quanto com ELES. Porque já fui desprezada o bastante e enganada o bastante para ficar insistindo em algo que me fará sofrer mais ainda.
  Isso não é um Adeus, muito menos um Até Logo, mas pode ser um “Talvez no futuro nos encontremos por esse pequeno mundo imenso”. Só quero que você seja feliz, e mais nada, certo? Porque sua felicidade, agora é o meu “Descanse em Paz”.
  Se isso não for amor verdadeiro, me ensine a amar.

Nenhum comentário

Postar um comentário