O Desejo Final... ... ...



 Se impulsivo é algo tanto quanto ruim quanto bom. Mas tem momentos que você vê que precisa ser impulsivo, até que você percebe que não tinha que ser impulsivo e se arrepende.

  Mas mesmo com esse arrependimento você ainda sente tudo aquilo que você fez e se repete, e repete, e repete até que o peso da consciência cai mais uma vez e você se vê numa situação de desespero.

  Mesmo com esse intervalo de sentimentos aleatórios você consegue ainda sentir dentro de você e até mesmo fora, aquele arrepio com as lembranças daquele momento.

O toque.
O gosto.
O cheiro.
A respiração.

Pausa para o arrepio parar.

Macio.
Quente.
Molhado.
Suave.

 Até que você se lembra daquele ou daquela que te deseja ardentemente todos os dias. Que te espera, que diz que te ama, que te faz sentir tudo aquilo que nunca sentistes. Você se afasta e sorri até que a expressão triste vem.

Se joga vai.
Se lança em toda essa paixão.
Deseje e viva.
Pense no que ouve.
Faça de novo.

Mas quando você perceber tudo o que aconteceu e se ver num presente triste, frio e solitário você vai querer desejar o passado de volta. Vai querer desejar tudo diferente.

  Você vai chorar e perceber que aquele, aquela ou aqueles que realmente te amaram, hoje, te desprezam.

  E esse momento?

Sim, muito intenso, quente e sim, você ficou querendo mais.

Ainda sente o gosto, não sente? É bom, não é?
Você quer mais?
Pede mais todas as noites?
Imagina mais uma vez só que com mais coisas?

Faça!
Não, não faça!
Faça sim!
Não, sim, não..... sim... .-.

Deseje. Pense. Imagine. Sonhe. Viva tudo isso de novo.

  Mas se um dia você chegar até mim e dizer que se arrepende e quer mudar. Vá embora, suma, desapareça nunca mais volte a me olhar nos olhos.

  Eu disse. Avisei. Prometi. Cumpri. Te amei.

E eu só desejei um beijo. Um beijo desse mesmo jeito que contastes.

  Lentamente até você, sentindo sua respiração, tirando tudo que nos atrapalha, aproximando sua cintura, tocando levemente seus lábios macios... E assim sentir sua mão em meu rosto, sua malícia, seu desejo de me ter, sua vontade de querer mais beijos e até sentir todo o seu corpo no meu.

  Acho que nada mais vale a pena.
Só uma paixão divina.
Um beijo quente.
E um amor para toda a vida.

Nenhum comentário

Postar um comentário