Se ele se for...



Prometi não chorar.
Prometi não correr atrás.
Prometi sorrir e ser firme.
Prometi largar logo que sofresse.
Prometi ser diferente para durar.
Prometi amá-lo até que nada mais valesse a pena.

Se consegui?
Pergunte ao meu coração.
Não me lembro de mais nada.
Mal sei pronunciar o que é o amor.

Ele não sorri mais.
Eu?
Eu tenho que sorrir e fingir que tudo está bem.
Mas não consigo respirar.

Mas, uma coisa é certa.
O amor não acabou.
A esperança quase se apagou.
Os momentos juntos me fazem amá-lo ainda mais.
O medo aumentou sem ao menos perguntar se eu estava sofrendo demais.

E o que eu fiz a respeito disso?
Me distraí.
Fugi da situação.
Procurei sorrir.
Procurei aqueles que me fizessem sorrir.

Não achei uma solução ainda.
Não achei motivos para chorar ainda.
Não conversei nada ainda.
Então, o amo ainda.

Mas, o que a vida me reserva agora?
Talvez ela quer que eu sofra o tanto que aqueles sofreram.
Essa vida não quer que eu sorria de novo.

Realmente eu estou começando a achar.
Que a tristeza vai me acompanhar até a morte no final de tudo.
Porque se ele se for eu não terei mais motivos para viver.

Nenhum comentário

Postar um comentário