Poucas palavras...



Porque eu vi que realmente nada mais importa nessa vida se você ama alguém de verdade.
E, eu vi isso quando abaixei a cabeça e te disse tudo aquilo.
É estranho.
Diferente.
Mágico.
É a chamada “amizade verdadeira”.
Então saiba, nada é como todos falam.
Nada é como todos demonstram.
Nada, nem sempre, é como a vida te mostra ou diz.
Por isso, eu abaixei a cabeça para não chorar.
Por isso, meu coração acelerou para que eu não ficasse fria.
Por isso, que a minha vida parou naquele momento, para que você soubesse quem e o que eu sou.
Nada é tão diferente, menina.
Nada é tão igual.
Nada, nem ao menos, tem sentido nenhum.
Como eu tinha te dito:

“Desde que eu entrei na sua vida foi para ficar. Eu disse que te amaria, de verdade, isso. Não precisei falar que jamais mentiria, que jamais te enganaria, que jamais seria falsa contigo ou que simplesmente falaria mal de você.”

O problema é que ninguém, eu acho, vai conseguir entender melhor do que eu toda essa ‘confusão’.
Menina dos olhos castanhos...
Não sei se você entende o meu termo “amizade”.
Ele é diferente, sabia?
Levo a sério demais...
Eu gosto de cuidar. De tomar conta. De fazer favores. De fazer sacrifícios. Gosto de ensinar. De dar carinho. De dar amor.

Mas, tem um problema... Ninguém, quase ninguém, vai levar isso à sério ou, simplesmente, vai retribuir do mesmo jeito.
Não me importo...

Por isso quero que você observe, entende, discuta mostre e demonstre.

Então...

“Querido Deus, te peço que sempre que eu me afastar, sempre que eu não puder mais proteger essa menina desatenta, apenas te peço que olhe por mim, proteja por mim e sinta por mim e por muitos mais.”

Porque eu sei o que é sofrer demais. Sei como é agüentar uma pressão enorme durante muito tempo. Sei como é essa indecisão e sei como é difícil a decisão.

Menina dos cabelos negros como a noite.
Não se sinta só quando você estiver quieta e calada, sem ninguém por perto. Olhe para o alto... Observe o mais alto de tudo... Eu estarei do outro lado observando-te pelo bater do meu coração.

Sabe como isso tudo se chama?
..... Amizade verdadeira .....

To: J. S.

Nenhum comentário

Postar um comentário