1° - Pequenos, simples e os melhores...



   ... E são esses pequenos momentos que fazem a diferença.
     Um SMS a fez sorrir às 06:20 da manhã mesmo que não tenha a acordado.
  
     Ela passava mal desde a hora em que estava acordada e só precisava de um abraço dele, nem que fosse de longe, nem que ele falasse “quero te abraçar” e ela sentisse, nem que ele ligasse.

  Hoje é dia 25/04/2012 e ela desejou, ao acordar, que amanhã ele ao menos lembrasse qual dia é, e o que representou para eles.
   
   Amanhã faria 9 meses de uma longa promessa curta demais para ele lembrar. Mas adivinha o que seria e aconteceria no dia seguinte (27/04/2012)? Mais nove meses de sorrisos que ele estaria proporcionando a ela. Ela era feliz, sabia?
  
    Mas pode-se dizer que ela não é infeliz, só não tem ele. Pode-se, também, afirmar que ela ainda tem amor e coração.
  Ambos são apenas dele.

Nenhum comentário

Postar um comentário