2° - Com sorrisos...



  - O para sempre é inexistente! 

  Dizia assim aquele menina de olhos castanhos, cabelos vermelhos e enrolados demais para se tornarem molas.

  Ela não sabia o motivo de estar falando aquilo, mas sentia de uma forma tão dolorosa que chegava a machucar todos ao seu redor.

  Então ela parou nesse pequeno momento nostálgico e desejou sentir cócegas para poder sorrir.

  - Obrigada 

  Agradeceu assim á aquele que a mais faz sorrir.

Nenhum comentário

Postar um comentário