6° - Pensamentos involuntários...


  
  E ela quase dormia numa maldita palestra que falava do seu assunto favorito. Ela abaixou a cabeça quase a dormir e lembrou do ser que fora dono dos seus sorrisos mais encantadores.

   Ela não sabia se sorria ouse ficava triste de vez para poder ir embora daquela sala que deixava-a com sono.

- Não dorme, Lua!

 Um ser, de apelido engraçado, deu uma cotovelada nela que a fez pular da cadeira.

- Foi mal.

  Ela estava sonolenta demais, mesmo com as variedades de assuntos que se passavam em sua mente. Um deles era sobre a palestra de seu técnico e tinha outro pensamento que invadiu a sua mente sem querer nada de bom. Era “ele”, aquele de seu passado cheio de sorrisos.

  Se dispersou e resolveu prestar atenção na maldita palestra.

Nenhum comentário

Postar um comentário