13° - Pequeno segredo...



  Ela, um dia desses, olhou para a pessoa que hoje tira sorrisos de seu rosto e desejou beijá-la intensamente. Beijou.
Mas, com esse beijo ela desejou dizer que o amava. Disse.
 
  Só que, por um impulso não muito impulsionado e por uma vontade vinda de não se sabe aonde, ela desejou ser dele. Apenas dele. Amá-lo e tê-lo para sempre. Ela só desejou ser a única menina dele, a sua namorada.

 Ela não quis dizer. Não quis fazer com que ele pedisse. Apenas parou e ficou olhando para aquele rosto que continha o melhor sorriso metálico. Sim, ele usava aparelho. Tinha colocado a pouco tempo, e ela não parava de desejar seu sorriso.

-  Lua?
-  Oi...
- Posso te amar?
- ...

  E por uns segundos a fins na sua mente ela quis dizer que sim. Quis mostrar para ele que ela ainda podia amar alguém e esse alguém era ele. Mas não. Ela, mesmo querendo e desejando muito, não queria ser dele nem ao menos poder chamá-lo de seu.

  Ela não queria sofrer mais nem fazê-lo sofrer. Só por causa disso? Não. Mas também por motivos desconhecidos que até ela mesmo desconhece. Mas isso não esconde o fato dela o querer e fingir isso por muito tempo.

Nenhum comentário

Postar um comentário