Carta para 2010...


 



 Amigos, queria entender como vocês
Estão vivendo ainda do mesmo jeito
Em que eu os deixei há alguns poucos anos atrás
Em como vocês conseguem gostar do mesmo tipo de menina emogótica
E como parecem piorar à cada ano que passa
Cada sinal de evolução é mera enganação  
Tudo bem que ninguém regrediu
Mas parecem estagnados no mesmo tempo
E sinceramente
Suas vidas não eram ruins
Elas eram vidas normais de pessoas com a nossa idade
(há alguns anos atrás)
Agora estamos em 2018
E se encontrar vivendo em 2010 não deveria ser uma escolha
Tudo bem que não nos falamos há muito tempo
Mas os conheço o suficiente para enxergar
A mesmice no dia-a-dia que os cerca
O emprego que não procuram
O amor adulto que não enxergam
Que nunca será encontrado nessas meninas de 13 a 16 anos de idade
Que lembram à mim quando andava com vocês...
Que lembram o modo como eu os olhava
E achava que seríamos amigos para sempre
Mentira...
Hoje em dia eu não aguentaria conversar com vocês 1h
O mesmo papo de vídeo game, RPG e a famosa batata da praça
São minhas memórias boas
Mas, hoje, tediosos momentos
Que não vivenciaria novamente
Há momentos que eu desejaria falar com vocês pelo simples fato de que eu sinto saudade
Mas na maior parte do tempo
Não quero me aproximar do passado
Pois vocês permanecem lá
Vejo isso toda vez que passo de carro e te vejo sentado no portão mexendo no celular
Vejo isso toda vez que vejo uma publicação sua fazendo o símbolo do rock
Vejo isso toda vez que olho para todos vocês juntos, sem mim.

(A Sonhadora)






Nenhum comentário

Postar um comentário