O inalcançável...



Me lembro do primeiro dia em que olhei no fundo dos seus olhos
E achei que sim, eu poderia gostar de você um pouco
Mesmo que parecesse bobo o sentimento
Jurei que senti algo naquele momento
E foi no meio do caos que é você
Quando falava, digitava
E me explicava o que eu me forçava a entender
Ou quando só me olhava com desdém.
Mas eu era uma bagunça
E você montanha russa.
Não te acompanhava
Não te sentia
E desmoronou.
Tudo que eu achava que sentia
Era só fantasia, besteira, carência...
Você estava lá e eu aqui.
Uma pobre criança.
Jurei no mesmo momento que te trataria com frieza
Não sorriria se você fizesse piada
Não seria gentil
Nem carinhosa ao falar
Seria quem deveria ser todos os dias com você.
E fui.
Até sonhar contigo sem entender o por que
Fiquei com isso em pensamentos
Imaginando situações com uma pessoa que não existia na vida real
Você era alguém inalcançável.
Fui aceitando cada dia mais
Que você era algo que não se encaixava no meu mundo
Que não iria me olhar com amor
E não iria entender quem eu sou fora do nosso convívio diário.
Hoje, quando você se parece com a pessoa do meu sonho,
Eu fecho todos os poros do meu corpo
Para não te deixar entrar.

-->
(A Sonhadora)

Um comentário