Apenas aceite...




-->
Estive pensando esses dias no passado que você esteve ao meu lado. Foram nove anos ou dez, eu não me lembro ao certo, porque nos distanciamos várias vezes.
  Agora, por quê estive pensando em você? Acho que não estava pensando, mas sim lembrando e tentando não me sentir culpado ou horrível com essa situação que estou vivendo. É complicado, eu sei. Me sentir feliz e as vezes pensar que há cinco anos ou seis, eu te dera essa felicidade.
 
Porém, me falaram que não tinha nada demais, afinal, quanto tempo faz que não somos mais amigos?  Quanto tempo faz que criei esse rancor dentro do meu ser e te odiei desde aquele dia, naquela praça, onde derramava lágrimas por um motivo, que graças aos Deuses, não existe mais. Motivo esse que foi criado por você, pela sua boca maldita e sua falta de consideração com todos esses anos de dedicação minha para contigo.
Sim, eu me dediquei a você. A te proteger, te cuidar, te fazer crescer. Te dei todo o meu amor. Você era único em minha vida e sempre tive orgulho de dizer isso para todo mundo.
Ninguém, além dos Deuses, acima de você.
E mesmo assim, eu não estava no mesmo topo da vida que te dava. Eu era um nada onde você pisava e nunca percebi isso, nunca me abriram os olhos. Não enxergava além e quem enxergava sabia que se me falasse eu não acreditaria.
Você merecia amor e te dei o meu e mais um.
Te vi feliz, completo e me vi em paz comigo mesmo. Tinha cumprido com a missão de te dar todo o amor que o mundo tinha e que, naquela época, achara que você merecia.
 
Mas você perdeu tudo. Dois amores em tempos diferentes, mas com o mesmo motivo.
Traição.

A mais dolorosa e mais sombria, e que ainda paira em meu coração, que mesmo que ele pareça claro como água, porque a sua felicidade agora é a minha, ele ainda está escuro e dolorido, por minha culpa, pois nunca te dei o perdão mesmo que nunca tenha me pedido.
Te ver sempre é um baque, ainda assim sempre quero olhar no fundo dos seus olhos para ver quem você é hoje e o que pretende para o amanhã. Quem será você agora?
Então a pergunta volta: por que estive pensando em você?
 
Acho que é porquê estou tão feliz nesse momento que as vezes me sinto culpado. Sinto que te roubei algo, que tudo foi intencional. Mas amar alguém não é proposital, não quando você simplesmente não espera. As coisas acontecem porque tem que acontecer, porque o destino já está escrito e mesmo que você negue e queira mudar, você vai parar ali de alguma forma. Então aceitei que era assim, que tinha que ser e não iria tentar ignorar o que o mundo correu para me dar.
Mas e nós?
Você sente saudade de quem éramos? Das loucuras diárias? Do que descobrimos juntos? Do nosso amor?
Estive pensando nisso, que apesar de toda a dor que ainda guardo e da falta do perdão, eu não me arrependo de nada e faria tudo de novo. Porque fui feliz, em vários momentos, nunca todos eles, mas na maioria. E olhando fotos e lembrando do passado eu posso ter a certeza de que te amei e que apesar de tudo você está no meu coração, mesmo que seja no lado obscuro.
Diante disso, me desculpe, mas vou ser feliz.


( A Sonhadora)

Nenhum comentário

Postar um comentário