Migalhas...



Seria cômico se não fosse trágico
A forma como as pessoas deixam o amor escapar de suas mãos
Fugir de seus olhos
Percorrer sua alma sem deixar vestígio
Mas quando ele desaparece
Sentem em todas as células
A dor da solidão que tanto cultivam.
Afinal, estar sozinho é uma dádiva
Mas sentir o amor por algum momento
E depois perceber que está sem ele
É insuportável.
Essa tragédia tem culpado
Tem nome
Se aproxima e te repele
Em um piscar de olhos.
Sem entender que reciprocidade
Não quer dizer namoro, paixão
Ou quero casar com você amanhã.
Não se apresse
Mas não force um tempo
Que não precisa existir.
Não perca o amor de vista
Sempre trate-o bem
Mesmo não querendo que ele fique
Porque talvez o que você quer
Não seja o que precisa.
Tenha em sua mente
Que quando o amor vai embora porque você expulsou
Ele demora a voltar para sua vida.
Entenda e aceite
Não deixei migalhas para voltar.

(A Sonhadora)

Nenhum comentário

Postar um comentário