Meu mar...



Vou olhar nos seus olhos mais uma vez
E dizer que não fiquei porque faltou amor
Fui por todo o barulho do mar revolto
E por todas as ondas que me afogaram
Que me fizeram perder o ar, a visão
Me causaram câimbra...
Me derrubaram
Mesmo que minha base fosse você.
Mas foi trágico a forma como a areia virou cimento
O sal ardeu meus olhos
O frio congelou minha alma.
Foi triste ao ir embora da praia
Que me acalentava todas as noites
Que me ajudava a resolver os problemas
Que sabia ser o brilho do meu olhar.
Foi trágico como todo esse amor
Virou um mar poluído
Onde quase nos afoguei.

(A Sonhadora)

Nenhum comentário

Postar um comentário