Choro eterno...



-->
Ela se levantou e percebeu mais uma vez que ele não estava na cama, ainda assim o seu lado ainda estava bagunçado.
Já tinha se passado duas semanas e ela não entendia como esse Deus, que sabia tudo que iria acontecer na vida de cada um, poderia ter tirado do seu caminho alguém que amava tanto.
A morte é a única certeza sim, mas é a pior dor do mundo para as pessoas.
Caminhou até o banheiro, se olhou no espelho e viu as olheiras que a acompanhava, seu cabelo ressecado e seu estado deplorável.
Respirou fundo, e acabou percebendo que cometeu o mesmo erro, pois sentiu o cheiro dele mais uma vez e em mais uma manhã as lágrimas inundaram seu rosto, a chuva inundou sua vida e a escuridão cobriu sua alma. Olhou para o lado e viu tudo que ele deixara no mesmo lugar antes daquela noite fatídica. Seu perfume pela metade, sua escova de dentes desgastada e seu barbeador. Não entendia como ainda deixou tudo ali. Talvez quisesse permanecer com esse sofrimento, achando que estar feliz seria audácia demais.
Desceu as escadas sem acender a luz, não verificou se a porta estava trancada, não sentia fome, então não fez café da manhã. Sentou em sua cadeira de sempre, olhou para a TV desligada e chorou mais um dia inteiro, sem pensar no que faria depois.

(A Sonhadora)

Um comentário